sexta-feira, 05 junho 2020 05:17

Entrevista Marcel Matz

Leia a entrevista do atual treinador do Sport Lisboa e Benfica de Seniores Masculinos

Hoje iniciamos um novo ciclo de entrevistas, desta vez com treinadores com experiência fora de Portugal e abrimos com o atual campeão nacional de Seniores Masculinos. Formado em Educação Física pela UFSM, tricampeão brasileiro e campeão mundial de Sub-21 com passagem por clubes no Brasil, Japão e já há duas épocas em Portugal.

Quem é?

Marcel Eickhoff Matz, nascido em Três de Maio-RS, Brasil com 40 anos atualmente é o treinador principal da equipa de Seniores Masculinos do Sport Lisboa e Benfica.

O Marcel tem uma longa experiência como treinador, tendo sido adjunto e analista de rendimento (estatístico/scouter) em muitos clubes no Brasil e no Japão antes de ser treinador principal. Como vê a importância da sua experiência como adjunto e analista de rendimento para o seu trabalho como treinador principal?

Eu acho fundamental. No alto rendimento fica impossível, nos dias de hoje, um treinador não dominar as ferramentas tecnológicas. Claro que se não souber, pode ter o auxilío de um profissional, porém fica limitado às informações que este profissional lhe passa. Eu acho que me formei bem durante os anos para a posição de técnico principal.

Brasil, Japão e agora em Portugal. O que o Marcel vê de diferente nestas realidades de voleibol de formação e senior?

O processo é realmente diferente. No Japão os atletas passam pela escola e pela universidade antes de se profissionalizarem. Têm uma escola de muito treino e repetição. No Brasil os atletas usam mais os clubes e focam-se em ser profissionais para ter uma profissão. Acho que Portugal encontra-se num meio termo, o que é bom, por um lado para os jovens não abandonarem o foco na universidade, mas por outro também complica pois não temos a mesma dedicação que acontece no Brasil.

Há uma diferença grande entre o número de praticantes de voleibol masculino e feminino, tanto na formação como em sénior em Lisboa. Pela sua experiência, o que poderia acontecer para aumentar o número de praticantes masculinos?

Eu acho que o maior problema em Portugal passa pela característica física dos homens que limita um pouco para chegar no alto nível. A disputa entre o basquetebol e andebol também pode ser um fator de confronto. Eu acho que  bons resultados a nível europeu e internacional da seleção e dos clubes pode cativar os jovens para o voleibol.

Sabemos que o Marcel trabalhou vários anos como analista de rendimento (estatístico ou scouter) e foi representante do software de estatística de voleibol, Data Volley, no Brasil. Sabendo que hoje em dia cada vez é mais usado o Data Volley, como acha importante o uso dos dados do Data Volley na preparação da semana de trabalho e do plano de jogo?

O sistema ajuda muito nos estudos pois agiliza muito o processo o de análise e dá uma grande quantidade de informações para serem usadas em treino ou jogos.

O Marcel Matz é um dos preletores do Ciclo Internacional de Formação Online organizado pela Associação Nacional de Treinadores de Portugal, como é importante para si a partilha de conhecimentos e experiências com os treinadores?

Eu acho muito importante. Países que têm crescido nas modalidades são os que mais promovem ações de troca de experiência. O que é trocado precisa de qualidade e capacidade para ser aplicado e aí é que pode ser determinante para vencer ou não. Gosto disso. Estou sempre disponível para trocar ideias e aprender com isso.

Por fim, que mensagem gostaria de deixar para os amantes do voleibol e para todos os seus colegas, treinadores, portugueses.

Eu queria muito agradecer aos 2 anos que em Portugal, foram muito proveitosos. Quase todos os treinadores me receberam muito bem e trabalhamos de uma maneira respeitosa. Eu, enquanto treinador do SL Benfica quero contribuir muito para o crescimento da modalidade no clube e no país. Mas precisamos nos ouvir e buscar melhores competições por exemplo. Abraços

patrocinadores

Como posso jogar?

Vídeo em Destaque

Best Setter Volleyball Trainings

Sulaccount

Remax

Sul Taças

Sweet Spot